<

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Oxi, a versão pirata do Crack

VENDIDO COMO CRACK, OXI QUEIMA A GARGANTA E MATA RAPIDAMENTE

 

Droga não arrebatou usuários, é vendida como um falso crack, e mata muito mais rápido do que o produto original.

Feito a base de cocaína, combustível e cal virgem, o Oxi – uma versão ainda mais corrosiva do crack – começa a circular no Piauí e 11 Estados após seguidas apreensões da droga. Mercadoria recém chegada à cracolândia, maior pólo de usuários de droga do Brasil, no centro da capital paulista, o Oxi é considerado por especialistas em dependência química como a versão pirata do crack. A droga também é mais nociva e mais barata que o crack - em São Paulo, a pedra é vendida por R$ 2, cinco vezes mais barata.

A droga não tem apelo ao consumidor do crack. Além de mais nocivo do que o produto ‘original’ O oxi queima a garganta e deixa como resquício o gosto de combustível muito forte na boca. Os efeitos alucinógenos são exatamente os mesmos provocados pelo crack. “Não é uma substância para consumo humano, é para máquinas".

 

O Oxi contém múltiplos resíduos, é mais agressivo ao sistema respiratório, além de ser um veneno para o fígado e rins.

 

 

Fim da linha

 

Apreensivo com a versão mais tosca do crack, Ronaldo Laranjeira, psiquiatra da Univesidade Federal de São Paulo (Unifesp) e especialista no assunto, acredita que o efeito do Oxi será ainda mais devastador nos usuários antigos, chamados de forma pejorativa de “craqueiros”.

 

“Nenhum usuário recente buscará pelo Oxi. Ele é conhecido pelas pessoas que já estão bastante debilitadas pela droga original. Na falta do crack após uma longa noite de consumo, o Oxi é a alternativa mais barata, e nem sempre uma escolha.”

 

           

Dados iniciais

 

Estima-se que a circulação do Oxi no Brasil tenha começado em 2004, pelo norte do País. Índices isolados mostram que sua ação é ainda mais letal. Enquanto o usuário de crack vive de quatro a 15 anos, o Oxi já matou 30 pessoas no Acre em apenas um ano de consumo.

 

 

“Talvez a gente tenha menos trabalho no atendimento, por que esses usuários morrerão antes de pedir ajuda”, prevê a diretora do Cratod.

 

 

Crack x Oxi

 

As duas drogas causam euforia, aumento da pressão arterial, elevam as chances de infarto e comprometem, a longo prazo, o sistema respiratório. O Oxi, por conter gasolina na composição, ainda é extremamente prejudicial ao fígado e rins, podendo provocar a falência de tais órgãos.

 

A coloração do crack é branca, enquanto o Oxi pode ser encontrado nas versões amarela e roxa, conforme a concentração de gasolina e cal virgem, respectivamente.

 

"São drogas altamente destruidoras, principalmente por que os indivíduos fazem jornadas de uso sem hidratação ou alimentação. É uma exposição intensa e bombástica. Ficam emagrecidos, depauperados. Em muitos casos, o quadro é irreversível", alerta especialista no assunto.

 



ver a listagem completa das dicas
voltar à página inicial

Rua Dr. Orozimbo Sampaio, 370 - Centro. Fone: (55) 3334-1000 / 1294 - Augusto Pestana - RS - CEP 98740-000
Hospital Sao Francisco | Copyright 2010 . Todos os direitos reservados. Z.